07/06/2010

Breve

quando o silêncio das horas tardias
sussurrar baixinho ao meu coração

( ainda que por sobre os canteiros
nos arredores nem sequer uma
única pétala trêmula se movimente )

vou pensar que é a brisa
que vem do passado trazendo o som
afagante da voz doce que algum dia
me disse: - te amo... te quero...

.

2 comentários:

Assis Freitas disse...

breve e ofegante,

abraço

Cynthia Lopes disse...

um viés
romântico
.